terça-feira, 10 de setembro de 2013

Mudanças e inconformismos estamos aí...

É sumi, sumi mesmo...
 
Juntaram várias situações que me fizeram desaparecer do blog, não comentei em mais nenhum que eu amo, enfim...O que aconteceu: reforma e mudança de apratmento e adapatção da minha vida de dona de casa.
 
Pensei que voltaria a trabalhar quando a Lara completasse 1 ano, não rolou...Hoje ela esta com 1 ano e 3 meses, e estou em casa. Como era previsto, contrataram outra pessoa no meu lugar, porque não dava para esperar a madame aqui resolver voltar e o mundo parar. Uma pena...Ás vezes, até sonho que voltei... Recebi uma outra proposta de emprego, mas por motivos "técnicos" não pude aceitar.
 
Estou com minha rotina de dona de casa e mãe. Faz duas semanas que mudei para o novo apartamento, ele é bem maior, portanto, tem mais para limpar (minha diarista só vem uma vez por semana). Estou surpresa em gostar de cozinhar para a Lara. Faço comidinhas saudáveis, depois coloco os pratinhos que faço. Estou tentando dar somente alimentos saudáveis para minha filhusca, mas sem ser tão radical...
 
Senti muita falta de escrever aqui, pois afinal, sempre me ajudou a lidar com o cotidiano de um jeito mais leve e irônico rs.
 
 

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Nome de Guerra...

Não pensem besteira, tá...Na verdade preciso de um nome artístico para a Dança do Ventre. Comecei a fazer hoje e para variar fiquei um pouco inconformada com isso e outras cositas mais. Primeiro estou 3 aulas atrasada, porque não conseguia falar com a bendita escola de dança, eles não atendiam o telefone. Segundo a "prof" achou que eu estava grávida, perguntou de quantos meses eu estava na frente da thurma toda #mienforca. Soltei um acabei de ter um bebê, quando na verdade minha filha já vai fazer 9 meses. Mentirinha branca, até porque noção de tempo é uma coisa muito subjetiva :)
 
Só para explicar o motivo do meu ingresso nesta dança milenar e mimimi é que eu ODEIO com todas as minha forças academia e achei que dar uma dançadinha seria uma opção. Sempre quis fazer aulas dessa dança, mas sempre arrumava uma desculpa e tals. Fiz umas 2 aulas uns anos atrás com uma professora louquinha que mais dançava do que ensinava.
 
Enfim, incrível como sempre me sinto deslocada nos lugares novos...Sou uma pessoa bem extrovertida e acho que uso isto para quebrar o gelo. Mas, hoje além de estar com as aulas atrasadas, cheguei atrasada na primeira aula. Afff..Nossa fazer os passos é muito difícil. Precisa manter os braços no alto, ou no meio, ou um embaixo outro em cima e ainda mexer os quadris como a professora indica. Aha, às vezes, precisa dar até tipo um chutinho junto com tudo que já coloquei. A professora para ser mais legal um pouquinho, falou que eu era "café com leite", disse: deixa ela meio paradinha aqui. Senti um bulling.
 
Todo mundo de sapatilhinhas, com um tipo de collant com calça legging e a sem noção aqui, descalça, com calça bailarina, um top e uma regatona comprida. Me senti a Betty a Feia da dança do ventre. E fora que depois que todo mundo ficou sabendo que eu não estava grávida, mas tinha a barriga de uma, brochei geral.
 
Eu sou mega descordenada e um dos benefícios que dizem que esta dança tem, é que ela melhora a coordenação motora e a postura. Além de um milhão de outros, como: regula o ciclo menstrual (tenho SOP), melhora as curvas e blábláblá.
 
Vou dizer sai cansadona de lá, depois de 1h30m de aula. O problema é que acho meio babaca estas coisas de nome artístico e o relaxamento no final também é meio tosco, do tipo; "Imagine que você esta em uma cachoeira, pegando uma maçã..." WTF?
 
Enfim, vou continuar e vamos ver no que dá.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Voltei 2013!!!

Pessoas voltei!!! Tirei um tempinho aqui do blog, das redes sociais e etc. Maridon tirou suas nanos férias de final de ano e viajamos logo no dia 25 de dezembro para Peruíbe, onde meus pais tem casa e meus sogros também (bem original). Só tenho uma coisa a declarar: Não viajem com bebês menores de 1 ano nas festas de final de ano. Óbvio se você for para um resort ou coisa parecida ok, caso o contrário vá em uma época mais calma.
 
Cara, foi um caos e um tédio. A cidade estava LOTADA, com um monte de farofeiros ( é pode me espinafrar, odeio farofeiros), uns malucos escutando funk no último no carro, gente bêbada por todos os lados...Peruíbe sempre foi tão calminho, acho que por ser a última praia do litoral sul, ser distamte da cidade de São Paulo, mas agora não tem essa não.
 
Portanto, ficamos literalmente dentro de casa. Estava impossível sair com uma bebê de 7 meses, sassaricando pela cidade. Ela ficava na piscininha que minha mãe comprou nos horários certos e só...O bom é que a Lara conviveu com mais pessoas, meus pais, meu tio (que é padrinho dela), a namorada dele, meus sogros, meu sobrinho e a dinda dela. Mas até isso foi um pouco incomodo. Meu tio é muitooooooooooooooooo divertido, agitado, alegre e coitado era péssimo falar baixo quando a Lara estava dormindo, ou não colocar um samba bem alto no churrasco. Senti que eu estava cortando o barato deles.
 
Na noite do Ano Novo os fogos assustaram muito a bebê magia, deu a maior dó.
 
Enfim, o importante é que minha filha esta ótima, saudável, sorridente, comendo toda a comidinha bem bonitinha. Ela é um docinho.