segunda-feira, 12 de novembro de 2012

A Volta Do Que Não Foi - O Trauma da Não Amamentação

Todo mundo que já visitou meu blog sabe do meu mimimi que não consegui amamentar, que eu sofri muito com isso e blábláblá...Mas sempre que leio algo sobre amamentação ou vejo uma mãe amamentando, fico na maior deprê. Sinto culpa, sinto tristeza, sinto que fui relapsa, incompetente.

Ás vezes leio coisas bem tendenciosas de mães que amamentam ou conseguiram amamentar. Tipos, como se jogando na cara das outras mães que não conseguiram que elas amam mais seus filhos, que seus filhos "nunca" pegarão uma doença, que seus filhos terão menos probabilidade de serem gordos e por aí vai. Não tenho certeza se elas fazem isso para se auto afirmar por outras pessoas encherem o saco delas porque elas amamentam ou fazem isso por se sentirem superiores às mães que não conseguiram amamentar.

Gente, mesmo não conseguindo amamentar eu levanto a bandeira da amamentação para qualquer grávida e mamãe fresca. Minha cunhada teve uma bebê a uma semana, na mesma maternidade que tive (aquela mesmo, que dava fórmula no copinho sem minha autorização), aconselhei ela a ficar de olho nas enfermeiras. Ela estva achando que a bebê não estava mamando direito, e minha sogra queria dar um complemento á noite na mamadeira. Aconselhei que elas não fizessem isso, levei minha bomba elétrica, para ela tirar seu próprio leite e dar no copinho caso fosse necessário, fui bem enfática dizendo que com a mamadeira, depois a bebê poderia não pegar o peito. Acho que elas seguiram meus conselhos e a bebê esta mamando bem.

Mesmo super apoiando a amamentação, não julgo, não jogo pedras em quem não conseguiu, não por opção, não conseguiu e pronto. E te garanto tentando de tudo. Nós mães que não conseguimos oferecer e ter este privilégio precisamos de apoio e orientação. Acho que é muito mais construtivo dar dicas de amamentação, falar sobre as dificuldades que tiveram e como conseguiram seguir adiante.

Tenho consciência que pelo menos eu, tão cedo superarei esta situação, mas tomara que com o tempo eu não me sinta tão mal e culpada. Minha filha é SAUDÁVEL e acredito que ficar achando ao contrário é que atrairá péssimos pensamentos. Meu vínculo com minha filha é FORTE e continuará sendo até o fim dos tempos e nada me fará acreditar que porque não consegui amamentar, ele será fraco ou menos importante.

3 comentários:

  1. Pois é amiga... fico de saco cheio quando essas mães frescas ficam esfregando na nossa cara o fato de terem amamentado. Eu já te falei que tbem não consegui amamentar e para mim hoje está superado, pois a Luisa é linda e saudável, super apegada a mim. Tbem concordo que amamentar é super importante, faz bem para mãe e filho, mas não conseguir realizar esse ato não é o fim do mundo. bjo
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não estou conseguindo amamentar, mas tenho lido muita coisa de gente que também não conseguiu... minha nene, esta com 15 dias hoje, e a hora do mamá é um trauma. Sempre tenho que complementar, depois de uma hora de peito e implorando pra Deus pra ela não dormir e sugar, por que so assim o leite desce... mas ela não pega de jeito nenhum.. e eu estou percebendo que quando ela pega, o pepe já não da mais conta. Também tentei tirar leite. mas só sai 10ml. Não vou me culpar não, já estou me culpando demais, parece que o mundo vai desabar nas minhas costas. C H E G A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nataly, fica tranquila...Vou te dizer que agora, com a Lara com 8 meses já me conformei, principalmente porque ela esta super saudável. Mas às vezes bate uma culpa, principalmente quando leio estes sites de alimentação de bebês ou até mesmo nos livros. Parece que minha filha se transformará em uma mutante porque não foi amamentada no peito. No começo parecia que eu não estava nem curtindo minha bebê de tanta encanação. Eu comprei uma bomba elétrica e saia basatante leite no começo, depois só uns 10 mls também. Conversei com uma consultora de amamentação e ela foi muito dez, ela disse para não forçar ir dando a mamadeira e o peito, ir revezando, primeiro a mamadeira para matar a fome depois o peito, se pressa. Ela disse que teve mães que conseguiram dar o peito até 1 ou 2 meses depois. Uma pena que eu conheci ela muito tarde. Outra dica é ir em um posto de amamentação, minha cunhada foi e elas fizeram um negócio que parece que desintupiu os seios dela :) Beijos

      Excluir

Pode soltar o verbo...Inconforme-se