domingo, 16 de setembro de 2012

Dona de Casa Conformada??

Que engraçado, nunca imaginaria que seria dona de casa por opção. Escrevi logo no início do meu blog posts dizendo que ser "do lar" era um saco, que me sentia inútil, que as mulheres que decidiam ficar em casa tinham que se atualizar, fazer cursos e blábláblá...Um monte de asneiras de quem não viveu isso na pele.
 
Sempre fui pseudo independente desde meus 17 anos e achava um horror ser dona de casa, por essa razão fiz este blog no qual o nome já diz tudo. Fundei o blog na época que fiquei desempregada uns 2 meses e estava ficando maluquinha e inconformada com a situação. 
 
Não me conformava porque me matei de estudar, de estagiar e de trabalhar para ajudar a pagar meu curso que não é nada barato (Psicologia), e pensar em renunciar todo esse esforço estava longe de acontecer.
 
Consegui o emprego, mudei de emprego e engravidei. Na gravidez ainda tinha a plena certeza que continuaria trabalhando, até porque quem lê meu blog sabe que eu amo meu trabalho, o ambiente de onde trabalho e minhas colegas. Minha filhinha nasceu estou de licença maternidade e decidi não voltar ao trabalho.
 
Decisão doída mas sem arrependimentos. Coloquei minha filha em primeiro lugar, resolvi não terceirizar os cuidados com ela. Gente, pelo amor de Deus, não estou julgando ninguém, felizmente minha situação esta favorável para isso, caso contrário deixaria minha filha na creche numa boa, sabendo que não tinha opções.
 
Mas acreditem, já estou sentindo o preconceito no ar. Frases do tipo: " Emprego esta difícil" , "Que bom vai ficar só curtindo a filhinha, vida boa", "Que bom que seu marido tem condições de te manter", "Agora vocês vão ter que cortar os gastos", "Será que depois você consegue um emprego tão bom ou um emprego?".
 
Caraca mano!! Me questiono se vão ser essas pessoas que pagarão minhas contas. Cacilda (evitando palavrões, rs) fico me sentindo um lixo, uma exploradora de maridos, uma folgada...O bom que este sentimento rapidinho termina quando olho para o rosto da minha filha linda.
 
Vai ser difícil minha adaptação, vai tenho certeza. Mas ainda tenho resquícios dos meus pensamentos do início do blog. Não vou me deixar abater com sedentarismo, vou me disciplinar a manter uma rotina de estudos (voltar ao inglês agora com aulas online e ler livros da minha área), deixar a casa bem organizada, sair também da rotina com minha bebê magia, curtir muito minha fofinha e o maridon.
 
E como diria Jair Rodrigues:"Deixe que digam, que pensem, que falem..."
 
 
 

10 comentários:

  1. Eu fui dona de casa por um bom tempo. Meus meninos (3 rsrs) já estão grandinhos e decidi que queria trabalhar fora... cá estou (trabalhando), mas confesso que tenho muitas saudades do tempo que cuidava da minha casa, das minhas coisas, mas acostumei com o meu dinheiro e, o pior, meu marido também acostumou a não pagar todas as minhas contas, embora ainda continue colaborando bastante, já que sou extremamente consumista (gostaria de não ser). Se eu não gostasse tanto de gastar já teria aberto mão do meu serviço para voltar a ficar em casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa obrigada pelo comentário...Este problema eu não tenho, eu não gasto muito não :)

      Beijos

      Excluir
  2. Karina, adoro quando as pessoas associam ficar em casa com vida boa. Tão machista isso, né? Parece até que você anunciou que ganhou na megassena e vai virar madame (e, pra falar a verdade, tem muita gente que adoraria virar madame, né?).
    Curta seu momento e danem-se os que não pagam suas contas.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Karina, tudo bem? Não sei se vc recebeu meus emails, mas o seu texto vai ao ar lá no blog amanhã. Já te mandei o selinho para vc postar no seu blog. Qualquer coisa me avisa. bjo
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recebi sim Rachel...Muito obrigada adorei!!!
      Beijos

      Excluir
  4. Vim do blog da Raquel, adorei seu texto me identifiquei muito! Tb coloquei meu filhote em primeiro lugar, e os comentarios são bem esses que vc falou, principalmente de minha sogra, que acha que to explorando o filho dela, mas ela não vê que não foi uma decisão só minha ele tb prefere que eu cuide do nosso filhote! Mas como vc disse deixe que falam....

    Bjs

    Gleysa
    demamaeursa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gleysa!!

      Adorei seu blog.

      Beijos

      Excluir
  5. Vim do blog da Raquel também e me identifiquei um pouco com você, temos histórias diferentes, mas também "virei" dona de casa.
    Adorei o blog.

    ResponderExcluir

Pode soltar o verbo...Inconforme-se