segunda-feira, 26 de março de 2012

Imbecis Organizados!

Que vergonha!!!! E nem é vergonha alheia... Vergonha de torcer por um time que tem uma torcida que espanca e até mata outros torcedores... Cada um torce pelo time que quiser, que gente doente... Guerra estúpida!!! Sinceramente, daqui por diante, não torcerei por nenhum time de futebol...


Os jogadores estão lá ganhando rios de dinheiro, trocam de camisa como trocam de mulheres, e a maioria (porque... ainda tenho a esperança que não são todos) os integrantes das torcidas organizadas se matando por eles, pelo time, pelo escudo... Qual é o objetivo disso? O time precisa mostrar seu valor em campo, e não mostrar fora dele tanta violência com a desculpa de "amor" ao time!


Briga organizada pela internet! Como as torcidas organizadas são modernas, né? Tanta coisa útil para se organizar pela internet, mobilizar tantas pessoas e é isso que eles planejam? Sinceramente nunca entendi, e com certeza nunca entenderei o motivo de tanto ódio de um torcedor contra outra que "optou" por torcer por um time diferente.


Vivencio isso no dia a dia, quando entro no facebook e vejo SEMPRE alguém falando mal de algum time, ofendendo o torcedor de outro!


É assim que se cultiva o ódio, com pequenas ofensas inofensivas. Triste...

sexta-feira, 23 de março de 2012

Gravidez X SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos)

Estava visitando um blog muito legal: www.vestidademae.com.br Lá tem umas histórias super legais e emocionantes sobre as mães e seus bebês. Enfim, esta lendo um post sobre a SOP (Síndrome dos Ovários Políscisticos) http://vestidademae.com.br/vencendo-a-sop


Já comentei aqui no blog, há muito tempo atrás que eu tenho esta síndrome.


Fui diagnosticada com SOP com 16 anos e sempre controlei com anticoncepcional os sintomas indesejáveis (acne, olesiodade da pele, entre outros). Casei com 29 anos e com 33 anos resolvi que estava na hora de ter um filho. Tentei não encanar muito com a questão do SOP, mas tinha em mente que tentaria um ano, que é o tempo previsto pelos médicos, se não conseguisse faria um tratamento de fertilidade numa boa. Até porque minha cunhada trabalha em uma clínica ótima e fiquei mais tranqüila.


Depois de alguns exames minha ginecologista me receitou a Metformina. Este medicamento é indicando a pacientes com Diabetes ou com resistência a insulina. Quem tem resistência a insulina, geralmente não é apontado nos exames, porém, a maioria das mulheres com SOP tem esta resistência (pessoal eu não sou médica, longe disso, portanto não se mediquem e procurem um médico).


Uma das piores partes da SOP é que o ciclo é muito irregular e todo o mês eu achava que estava grávida. Depois de uns 3 testes de farmácia negativos, desencanei e comecei a economizar para realizar o tratamento. Tinha até data para iniciar, janeiro/2012.


Qual não foi minha surpresa que 7 meses de tentativas (tomeando a metformina há 2 meses), engravidei naturalmente.


Os primeiros sintomas foi o enjôo do café (que amo) e a choradeira sem fim. Mas pensei que eram sintomas da TPM e não dei muita importância. Meus seios começaram a ficar muitos vermelhos e sensíveis e falei para o meu marido que achava que estava grávida. Comprei um teste de farmácia, mas a segunda listinha ficou muito clarinha quase transparente. Pensamos então que era alarme falso.


Meu marido teve que viajar à trabalho para Portugal, durante 1 semana, e comprei mais três testes. Fiz os todos e não conseguia acreditar que estava grávida de verdade! Hoje estou com quase 8 meses de gestação da minha princesinha Lara, meu pequeno milagre.


Conselho para quem tem a SOP e quer engravidar: Meninas não desistam, procurem um médico antes de tudo e relaxem. Se não conseguirem engravidar naturalmente economizem dinheiro e realizem o tratamento ou a fertilização in vitro. Não tenho conhecimento, mas parece que existem programas gratuitos para casais sem condições financeiras para realizar este procedimento.

terça-feira, 13 de março de 2012

Estou cansada...

Eu sei que grávida fica chata, mas mew eu devo estar muitoooooooooooooooooooo chata...Porque estou muito cansada, não estou conseguindo dormir direito, estou inchada pra caramba, gorda pra dedéu, cheia de espinhas, cabelo uma porcaria, enfim show de horror.



E fico reclamando aos quatro ventos, inclusive aqui no blog, sobre minha situação. De domingo para segunda para ajudar tive um piriri, por minha culpa, minha máxima culpa, comi um pastel especial (sinônimo de= ovo, presunto, queijo, carne e afins) com quase um litro de caldo de cana, e não há cristão que aguente tanta besteira. Fiquei à noite inteira acordada literalmente no banheiro, se não era por cima, era por baixo, um Deus nos Acuda.



Eu com minha chatice extrema, não adiantava só encher o saco do maridon, tinha que também encher o saco so médico às 07h00 da manhã. Médico deve logo ter pensado: "É lógico que essa grávida atômica comeu mais do que devia!!" E logo foi passando o Dramim e mais um outro para a diarreia. Esse outro para diarreia (nossa como sou chique) nem tomei porque minha mamys disse que é bom limpar, tudo o que tem para limpar.



Maridon nem foi "trabalhar" (entre aspas porque além do trabalho comigo, ele ainda trabalhou em casa), fez sopinha, lanchinho da tarde e blábláblá. Super fofo e paciente.



Para aumentar minha chatice, no sábado assisti o filme: Poder sem Limites. Nossa, que droga! Caso vocês me considerem suspeita para dar opinião sobre qualquer coisa, maridon também odiou. O filme é tipo um documentário (imitando um, lógico), sobre três jovens que conseguem superpoderes e assim vai. A história tinha tudo para dar certo, o trailler é legal, mas o filme é muito morno.



Neste próximo sábado será o chá de bebê da Lara, e estou uma ansiedade só...Não sei porque, estou ansiosa por tudo...Punk