quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Silvio Santos vem aí, lálálálálá

Eu fui uma criança muito peralta hiperativa, hiperpentelha e cheia das graças.

No prézinho minha mãe me colocou no balé, por recomendação do médico: "Minha senhora, coloca essa menina para gastar energia". Não que balé seja a melhor escolha para colocar um ser que não para um minuto. É lógico que não. As aulas eram na escolinha que estudava mesmo, então saia correndo do balé e ia para o play, na maior cara de pau. Rasgava as meias, collant, um horror.

Deu tempo de fazer apenas duas apresentações para as mamães. Na verdade foi uma apresentação e meia. Primeira apresentação de manhã para as mamys da turma da manhã, tudo ok, ok. Segunda apresentação para as mamys da tarde (minha mãe trabalhava de manhã) e eu não quis mais me apresentar. Minha mãe quase chorou para me apresentar. Fui a contragosto, e sai na metade da apresentação do nada. Eu era muito sem noção.

Primeira série, tudo diferente, não eram mais as "tias" e sim "professoras", colégio maior, coisa e tal. Eu chego lá com minha primeira lancheirinha do scooby-doo (para ser mais específico da van deles), com meu lanchinho de salsicha. Ninguém me avisou que não podia comer meu lanche fora do horário. Profy na maior calma diz: - Karina você precisa esperar dar o sinal do intervalo, do recreio. Eis que respondo: - A "xalxixa" é minha, minha mãe que fez e eu como a hora que quiser! Tipo dando uma de Capitão Nascimento mirim.


Mais ou menos nessa época, eu também era rata de auditório. Todos os programas televisivos, eu queria estar lá: Bozo, Silvio Santos, Porta de Esperança...Fui no programa do Bozo com catapora, na maior vibe kamikase, eu tinha que gritar junto com o Papai Papudo: 5:60, quando a D.Mafalda perguntava às horas (antes que vocês digam que minha mãe era desnaturada, imagina a criancinha mais pestinha que vocês já conheceram. Eu era mil vezes pior, e fiquei infernizando a vida dela até ela deixar).

Nossa, o Papai Papudo esta com a maior cara psico nessa foto

Outra vez, fui no Domingo no Parque. Quem era dessa era jurássica deve se lembrar: em um espaço mega grande ficavam várias criancinhas, dançando como se não houvesse o amanhã, Silvio Santos escolhia três sortudas, que dançavam tipo em um palquinho com arcos. O ganhador levava uma bicicleta ou algo do genêro e os finalistas ganhavam um tênis Montreal.

Imagina a criatura aqui: ensaiei semanas, eu queria ganhar de qualquer jeito (pelo menos ficar entre os finalistas). Cheguei lá no programa na maior animação, e dancei igual a uma alucinada, freneticamente, fazendo de tudo para o Sr. Silvio Santos me notar. Cara não adiantou nada meu empenho. No mínimo, no mínimo, o Silvio achou que eu estava tendo num treco., e que era melhor não arriscar em me chamar.


Minha mãe me viu pela televisão e ficou morrendo de dó. Ela até falou que com certeza eu gritaria com o Silvio se tivesse a oportunidade.

Gente, tem muitas histórias, não vou contar todos em um post só, senão fica cansativo (pra mim e pra vocês).

Hoje sou referência de criança terrível. Vira e mexe minha mãe escuta: fulano esta conseguindo ser pior que a Karina. Torcendo muito pro meu filho ou filha não ser assim.

8 comentários:

  1. kkkkkkk....dei muita risada do seu post!!! Parece até um aluno meu, que quando eu viro as costas ele começa a cantar e dançar na sala...eu tento ficar indiferente ou ser brava, mas muitas vezes, o que faço é morrer de rir!! beijos, adorei o seu blog!

    ResponderExcluir
  2. Ka, eu me divirto com vc! Tudo isso parece ser engraçado agora, mas sua mammys deve ter passado um terror com vc na infância! Mas pelo menos, vc pode curtir e ter uma infância, digamos, saudável... brincou, se machucou, se divertiu, fez amigos...e agora tá cheia de historias legais pra nos contar!
    Flor, quanto às tentativas de engravidar, a ansiedade é muita mesmo! Mas te digo uma coisa, a ansiedade é a pior inimiga para quem está tentando engravidar... é complicado, eu sei, mas o jeito é tentar deixar as coisas rolarem o mais natural possível! bjos
    Ich, Hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie meninas!!! Brigadinho, brigadinho..

    Ich: Imagina se seu nenêm for como eu??? Se prepara, rs Mas realmente minha mãe lembra dessas histórias e até acha lindinho.

    Agora é esperar meu filhinho ou filhinha para me azucrinar um pouquinho também

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Blogueiro,

    Evitar a proliferação da dengue depende de cada um de nós. Além de cuidar da sua casa, falar com seus vizinhos, manter contato com sua prefeitura sobre focos da doença, você pode utilizar esse espaço para conscientização.

    Seja parceiro do Ministério da Saúde na mobilização contra o mosquito da Dengue. Divulgue em seu blog nosso material. Entre em contato com comunicacao@saude.gov.br e solicite o selo, participe da campanha.

    Saiba mais: http://bit.ly/bMMVKT

    ResponderExcluir
  5. Ri demais!!!
    Vc ainda continua peralta?
    Menina eu era terrível quando era pequena, dançava lambada no colégio que mostrava a calcinha kkkkkk - ai que horror !

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Ka,

    haha, o Sílvio deve ter ficado com medo mesmo.

    Adorei seu blog e me identifiquei com várias coisas. Eu também todo diet shake, mas uma vez só por semana, então acho que não ajuda muito, mas pelo menos tira um pouco da culpa de quando eu exagero. Eu gosto muito do de chocolate da Herbalife, mas é caro que dói.

    Ri muito com a sua reação ao ver as fotos da viagem. Vi uma foto de toda a minha banha essa semana. Acabou com o meu humor durante todo o dia e decidi começar uma dieta (amanhã, né, porque dia de começar dieta é segunda-feira).

    Beijinhos,

    Frô

    ResponderExcluir
  7. OIIIIIIIIIIIIII... e aí, tudo certo por aí? manda noticias pra nóis! =D
    bjos e bom findi semana
    Ich, Hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  8. oiiiii.. td bem por aí? passando pra desejar um ótimo findi semana... bjo
    Ich, hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir

Pode soltar o verbo...Inconforme-se