quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Silvio Santos vem aí, lálálálálá

Eu fui uma criança muito peralta hiperativa, hiperpentelha e cheia das graças.

No prézinho minha mãe me colocou no balé, por recomendação do médico: "Minha senhora, coloca essa menina para gastar energia". Não que balé seja a melhor escolha para colocar um ser que não para um minuto. É lógico que não. As aulas eram na escolinha que estudava mesmo, então saia correndo do balé e ia para o play, na maior cara de pau. Rasgava as meias, collant, um horror.

Deu tempo de fazer apenas duas apresentações para as mamães. Na verdade foi uma apresentação e meia. Primeira apresentação de manhã para as mamys da turma da manhã, tudo ok, ok. Segunda apresentação para as mamys da tarde (minha mãe trabalhava de manhã) e eu não quis mais me apresentar. Minha mãe quase chorou para me apresentar. Fui a contragosto, e sai na metade da apresentação do nada. Eu era muito sem noção.

Primeira série, tudo diferente, não eram mais as "tias" e sim "professoras", colégio maior, coisa e tal. Eu chego lá com minha primeira lancheirinha do scooby-doo (para ser mais específico da van deles), com meu lanchinho de salsicha. Ninguém me avisou que não podia comer meu lanche fora do horário. Profy na maior calma diz: - Karina você precisa esperar dar o sinal do intervalo, do recreio. Eis que respondo: - A "xalxixa" é minha, minha mãe que fez e eu como a hora que quiser! Tipo dando uma de Capitão Nascimento mirim.


Mais ou menos nessa época, eu também era rata de auditório. Todos os programas televisivos, eu queria estar lá: Bozo, Silvio Santos, Porta de Esperança...Fui no programa do Bozo com catapora, na maior vibe kamikase, eu tinha que gritar junto com o Papai Papudo: 5:60, quando a D.Mafalda perguntava às horas (antes que vocês digam que minha mãe era desnaturada, imagina a criancinha mais pestinha que vocês já conheceram. Eu era mil vezes pior, e fiquei infernizando a vida dela até ela deixar).

Nossa, o Papai Papudo esta com a maior cara psico nessa foto

Outra vez, fui no Domingo no Parque. Quem era dessa era jurássica deve se lembrar: em um espaço mega grande ficavam várias criancinhas, dançando como se não houvesse o amanhã, Silvio Santos escolhia três sortudas, que dançavam tipo em um palquinho com arcos. O ganhador levava uma bicicleta ou algo do genêro e os finalistas ganhavam um tênis Montreal.

Imagina a criatura aqui: ensaiei semanas, eu queria ganhar de qualquer jeito (pelo menos ficar entre os finalistas). Cheguei lá no programa na maior animação, e dancei igual a uma alucinada, freneticamente, fazendo de tudo para o Sr. Silvio Santos me notar. Cara não adiantou nada meu empenho. No mínimo, no mínimo, o Silvio achou que eu estava tendo num treco., e que era melhor não arriscar em me chamar.


Minha mãe me viu pela televisão e ficou morrendo de dó. Ela até falou que com certeza eu gritaria com o Silvio se tivesse a oportunidade.

Gente, tem muitas histórias, não vou contar todos em um post só, senão fica cansativo (pra mim e pra vocês).

Hoje sou referência de criança terrível. Vira e mexe minha mãe escuta: fulano esta conseguindo ser pior que a Karina. Torcendo muito pro meu filho ou filha não ser assim.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Resultados?!?

O negócio do Shake só deu certo no começo, eu acho? Me pesei hoje e voltei a pesar a mesma coisa de antes de tomar o treco.


Pior é que tem uma explicação: comi 3 pedaços pequenos de pizza ontem a noite, rá. Mas socorro, né...Quase duas semanas de sofrimento para colocar tudo a perder por causa de 3 pedaços de pizza. Fiquei mega triste.


Não tem jeito, não, galerinha...Tem que fazer exercícios físicos, senão não adianta tomar todo diet shake do mundo. Vou ver se entro na dança do ventre, porque o mundinho fitness não é comigo, bebo mais àgua, diminuo nos doces. Vou marcar alguns médicos também.


Maridon também não cumpriu o que prometeu, não tomou um dia só o shake e quando experimentou ficou fazendo cara de nojinho.


Falar só de regime acho que deixa o blog meio maçante, mas é o que esta me dando maior dor de cabeça no momento.


Sem Palavras

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Shake Shake Shake

Não é que o negócio do shake, realmente esta funcionando...


Juro mesmo que na semana passada tomei uns 4 dias e emagreci 1 kg. Parece pouco, mas se considerarmos que tomei poucos dias, só substituindo uma refeição e comendo tudo normalmente, estou no lucro.

Imagina se tivesse tomado direitinho em mais dias??? No final de semana não tomei.


Vou fazer um esquema assim: vou tomar de segunda à quinta no jantar e no final de semana não tomo, mas maneiro na boquinha, sem enfiar o pé na jaca. O shake sozinho não faz milagre, .

Fora que o shake dá tipo uma mega funcionada no intestino, o meu é super regulado, mas melhorou ainda mais. Até porque ele é rico em fibras, deve ser por isso.


Estou bebendo o shake da Dream Week de Morango, aquele da Luciana Gimenez, e é bem gostosinho, tem que tomar bem gelado. Já comprei o da marca Diet Shake de todos os sabores e é meio intragável, meio salgado, sei lá.


Alguém aí tem uma dica de shake??? Eu sei que gosto não se discute, mas ficar tomando só o de morango, vou enjoar.
Ahaaa e maridon entrou na dança e disse que vai tomar também. Menos um impecílio.



quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

A Dita Cuja

Gentem, meio que passou meu stress da viagem a Natal, acho que era cansaço sei lá...Olhando as fotos hoje deu a maior saudade e susto ao mesmo tempo...Sabe o porque do susto? Minha considerável barrigona!!!


Mew, tá um negócio fora do normal, nos primeiros dias estava assustador, depois deu até uma diminuída, mas HORRÌVELLLLLLL.


Tentei inventar desculpas para o tamanho da belezura, inchaço, retenção de líquidos, mas não é, tudo gordura mesmo, afff


Cara, e o pior que eu pedia ao maridon, para tirar foto que não aparecesse a barriga, mas é a mesma coisa que dizer: dá um super close nela benzinho...


Fora que umas duas pessoas mais sem noção perguntaram se eu estava grávida, e com certeza as outras foram educadas e não abriram a boca. Porque o problema é que sou mais ou menos magra e na barriga e bochecha que se acumula a maioria das gordurinhas...


Odeio fazer meta de início de ano, porque geralmente eu nunca cumpro, mas essa vai ou racha: beber todo dia diet shake no jantar. E tenho dito!!!


segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Férias Frustradas com a CVC

Não sei quem inventou essa modinha de que férias são para descansar...São nada, você volta mais cansada (e pobre) do que foi, socorro!!!

Fui para Natal, primeira vez por pacote, e utilizando todos os city tours possíveis. Posso falar? Não gostei muito não...Ok, ok, as praias são maravilhosas, blablabla, mas por exemplo fiquei em Ponta Negra, a praia não é muio bem frequentada, além de ser lotada. Ponta Negra, é longe de qualquer outra praia legal, aí que começa o drama, ficávamos reféns dos programas da CVC. Isso porque quando comprei o pacote me falaram que essa praia tinha acesso a todas as outras, mentira deslavada.


Alugar um carro sairia muito caro, táxi então nem pensar, então era tudo pela CVC mesmo. Estávamos cientes que era alta temporada, e que tudo seria mais caro, mas não tãooooooooo mais caro. Você só não pagava o ar que respirava...


E aquele negócio tipo excursão, horário para sair, horário para almoçar, horário disso, horário daquilo, fazendo tudo em caravana, foi a pior parte. Quando fomos na praia da Pipa, foi a maior correria, porque tínhamos que ver trezentas coisas no dia.


Fora que você almoça no restaurante estipulado pelo guia, em um dia surgiu a menina do restaurante dos confins do ônibus já entregando os cardápios e fazendo os pedidos, isso logo cedo, acredita?


Fiquei na maior pilha, o guia avisava o horário de tudo, uma bosta...Muito cansativo e estressante.


Para melhorar, um casal do interior cismou conosco, e vivia na cola. Sabe aquele tipo novo rico: ostentavam tudo que tinham, compravam tudo que viam na frente, comprariam até areia da praia se vendessem para eles.


E finalizamos com chave de ouro: meu voo sairia às 02:25 da madruga, e o translado nos pegaria no hotel às 00:00, adivinha que horas tivemos que sair do quarto? Seis horas da tarde!!! Imagina ficar das seis horas até a meia noite sem fazer nada. O voo saiu com uma hora de atrasado, chegamos em Sampa às 07:30 (horário de verão). E não tinha como reclamar porque dia 1º era feriado e ninguém responsável por isso na CVC estava trabalhando.

Enfim, gastei meu último sanguinho desfazendo as malas ontem.

Se alguém me perguntar sobre Natal, não teria dúvidas em dizer:

- vá com muito dinheiro independente da temporada, porque lá eles vendem até a mãe;

- todos os almoços e jantares são caros, não saindo por menos de R$ 100,00 para duas pessoas;

- O buggy sai em média 260,00 o casal, facada por um passeio que nem achei essas coisas, talvez porque ficava um minuto em cada lugar.

- Tem feirinha de artesanato até no banheiro, então não se preocupe em comprar tudo em uma só.

- Pesquise antes na internet as melhores praias, restaurantes, compre um GPS e alugue um carro. Posso afirmar com certeza que você poderá até gastar a mesma coisa que indo pelos pacotes de passeio, mas aproveitará muito mais as praias e as chances de conhecer pessoas malas diminuirá em 100%;

- vá pela CVC, mas pelo fretamento do voo e reservas do hotel que saem bem mais em conta que se você fizer por conta própria. Mas não faça os pacotinhos de passeios deles, e cuidado que o guia faz a maior lavagem cerebral, dizendo, por expemplo, se você não for nos bugueiros crendeciados deles é perigoso, coisa e tal. É uma máfia, com certeza o guia leva um din din em tudo que indica, porque em todo lugar pergubtavam qual era o nome do dito cujo.





Não, não é um assaltado, é apenas o preço de mais um passeio da CVC.