quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Ser Loser é Tudo de Bom!!

Uma coisa é certa: ser nerd ou fora dos padrões está na moda. É sério prestem atenção nas séries pop americanas: The Bing Bang Theory, Chuck, SmallVille, Drop Dead Diva e lógico Glee...Até a protagonista sem sal da saga Crepúsculo e meio esquisitinha, pelo menos no começo antes dos heroizinhos darem trela para a moçoila. Ela não faz o tipo gostosona como a Megan Fox, sabe...


Todos tem personagens meio que losers que se dão bem, ou se não se dão bem nas histórinhas tem o maior ibope, certo?!


Já imaginou se esta moda pega pra valer. Por aí já vejo pessoinhas que se dizem antenadas com a moda com aqueles óculos bem de nerd, roupitchas bem de CDF, essas coisas (o meu entendimento de moda para por aqui hehehehe)


Já pensou se fosse na minha época essa febre??? Putz, seria a salvação da lavoura...Mew, eu conseguia ser um pacote: era muito loser, nerd e cdf. Nunca fui do tipo feiurinha, mas também não chamava aquela atenção. E não era uma coisa que eu fazia de propósito, se eu pudesse, na época, lógico que preferiria fazer parte do clubinho dos populares....


Acho bem legal a inteligência e personalidade serem mais atrativas do que a beleza plástica e as mentes vazias. Não que quem é lindo de morrer não seja inteligente e/ou quem não é lá essas coisas é um super crânio. O contrário pode acontecer claro...Mas é estatisticamente comprovado que pessoas atraentes, por exemplo, conseguem mais facilmente empregos e promoções...E o pessoal, não tão Brastemp, precisa se destacar em outros requisitos...


O problema é que essas séries estão reforçando esse estereótipo...Os esteticamente bonitos são burrinhos e os não tão atraentes são superrr inteligentes ou se dão bem profissionalmente. Isso é chato para ambas a partes.


Exemplos: no Drop Dead Diva a plus size advogada é inteligente, charmosa e engraçada, já quando ela era modelo (antes de morrer, sei lá) era superficial e arrogante.

No Glee acontece a mesma coisa, os bonitos: a loirinha que ficou grávida, o cara que a engravidou. outro que achava que era o pai, e as líderes de torcida são umas portas...Já a Rachel é chatinha, mas é a das mais interessante da série.



5 comentários:

  1. Ei Karina!! Feliz sexta-feira!!!!!
    Menina eu amo Drop Dead Diva, é um vício diário. Lógico que nessas séries tudo é muito caricato e com uma dose de exagero para dar ênfase e pessoas como eu ( a gordinha, um tantinho inteligente, divertida) sabem que na vida real as coisas são bem diferentes, a gente se dá bem mas tem que ralar muito pra isso.
    Sim, voltando ao lance do glifage. Pelo que a médica me falou eu to tomando ele pra acelerar o metabolismo que é preguiçoso por conta da síndrome dos ovários policísticos e isso vai ajudar a emagrecer. Mas lendo sobre ele na net vi que muitas mulheres que tem a síndrome tomam durante o tratamento pra engravidar e que ele é indicado pra quem tem diabetes (eu não tenho!). Como tu se sente tomando ele? No que tu acha que melhorou tua saúde? Ainda to um pouco desconfiada.
    Beijo-Beijo e um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  2. Dani: Sobre o Glifage, não reparei assim grandesss mudanças, mas deve ser por que eu tomo o de 500 mg...Dizem que o de 850 é mais power e dá um melhor resultado (emagrecimento e tals, mas arrisco mudar sem uma orientação médica...Bjim

    ResponderExcluir
  3. Eu AMO DDD!!

    Acho muito interessante os diálogos da série, pena que ela (assim como tantas outras) esbarra nessa questão da caracterização do personagem, a loira gostosa é burra, a gordinha desajeitada é engraçada, o nerd feio é mega inteligente... E, na vida real, se a loira for inteligente também? É só um exemplo tosco, mas é o que acontece na vida real, as pessoas olham muito para o exterior e esquecem de conhecer a essência do indivíduo.

    Beijocas e ótimo feriado ;*

    (P.S: concordo contigo, se fosse na "minha época", eu também estava feita haha).

    ResponderExcluir
  4. ow muié... eu acho que ser diferente está na moda! eu nunca fiz parte das turminhas que faziam sucesso na escola, mas nem por isso deixei de ser feliz, ter amigos e tals! por falar em séries, eu adoro The big bang theory... acho muito divertido.
    abs
    Ich, Haufrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu continuaria fora de moda.
    Impressionante, mas eu era o tipo de loser loser mesmo rs.

    Beijundas

    ResponderExcluir

Pode soltar o verbo...Inconforme-se