sábado, 24 de julho de 2010

The book on the table?!?

Aconteceu uma coisa mega estranha e no mínimo surreal no meu mais novíssimo emprego...Muitas coisas estilo Arquivo X já aconteceram comigo, mas acho que essa ganhou de lavada...Vamos ao episódio:

Segunda-feira já comecei com a mão na massa sem dó nem piedade.

Terça-feira, eu lá na maior fissura para impressionar, toda contentinha porque a copeira leva meu café com um pãozinho com manteiga na minha sala (pobre fica feliz por qualquer coisa), diretora me chama na sala e discursa sobre o motivo da minha contratação. Fala que mesmo eu sendo instável nos outros empregos (hã? não precisa exagerar, né), que gostou de mim pelo ser humano que sou (quê???) e que me daria uma chance (aha tá, brigadinho). Voltei para minha caixinha um pouco desanimada, heis que chega um e-mail da diretora dizendo que na quarta teríamos um "bate papo" com um profº de inglês, para o mesmo verificar nosso nível no idioma...Uóti???

Cara, em nenhum momento eu falei nas p*&$# da entrevistas que eu tinha inglês fluente, avançado ou coisa assim...


Me deu um certo desespero, e na quarta logo cedo fui logo falar com a minha coordenadora, que disse que a diretora deve ter me confundido com outra pessoa que ela entrevistou...Então tá, isso quer dizer que ela me contratou errado??? Diz a coordenadora que estava tudo bem, que para minha vaga não precisava mesmo de inglês e que ela falaria com a diretora que eu não precisava partcipar da reunião....


Ok, ok...Relaxei um pouco, na hora da m#$*& da reunião a coordenadora me chama e fala que tinha falado com a diretora e que mesmo assim ela queria que eu participasse do "bate papo". Ai, mew, caramba...Só para constar, quem estava participando desta reunião eram apenas os consultores tipo bam bam bam, com inglês, alemão, espanhol, francês, mandarim e afins....


Fui lá achando que só ficaria com cara de conteúdo vendo os outros detonarem na reunião. Ilusão...A Diretora foi apresentar todos ao professor e na minha vez disse que eu tinha inglês avançado....Meu coração quase saiu pela boca. O profº continua e já falando na maldita língua em questão, pede para todos se apresentarem e falarem um pouquinho da vida (eu entendi porque alguma noção de inglês a anta aqui tem).


Eu fui a última a me apresentar...Gentem, acho que nunca passei tanto nervoso, meu estômago doía tanto...Na minha vez, soltei um embrometion bem basicão, parecia o Tarzan falando em inglês. Na hora o teacher (opa, já entrei no clima) já sacou que eu não tinha porcaria nenhuma do idioma, e me fez uma pergunta que eu não entendi bulhufas....


Depois rolou um debate, ai ai ai, humilhação total...Um cara do meu grupo nem queria falar em português comigo. Já esta na minha listinha negra...Imbecil!!!!


Na boa, fiquei mega na dúvida se a mulher me contratou certo, e fora que todo mundo da reunião, que nem me conhecia direito, acharam que eu menti na entrevista...

Situação péssima, como diz o maridon, deu tipo um "tuim" na motivação.


domingo, 11 de julho de 2010

Voltando a Labuta

Gentemmmmmmmmmmmmmmmmmm!!! Eu consegui um emprego huhu!!! Muitas pessoas do meu círculo social estranham o fato de querer tanto um trabalho, sendo que eu "não preciso", dizem que maridon ganha bem e coisa e tal...Para mim isso não existe, é bom ficar em casa, mas com o tempo vai dando (em mim tá galera) um certo tédio. Não sei se é problema meu, mas não consigo arrumar coisas interessantes para fazer quando estou em casa.



Fora o fato que o maridon um dia pode "virar no giraia" (ou eu) e se divorciar e aí como fica a inconformadinha aqui? Não fica, né...Outros falam que eu deveria aproveitar esse momento para engravidar (idade e tals) mas e depois para voltar no mercado, vai ser mais difícil. Acho que é melhor ficar um tempo no emprego e engravidar trabalhando, sabe... Sei lá, o problema é qual o melhor momento, sem parecer sacana com a empresa???? E sem parecer mais sacana comigo e com maridon???



Bem, voltando ao trabalho, adorei o clima, as pessoas, minha coordenadora vai ser uma moça que estudou comigo na faculdade (ainda não sei se isso é bom ou mal), a diretora foi super gente fina na entrevista final, enfim, estou animada. mas sempre dá um medinho básico, né?!? Será que vou dar conta, será que vou me adaptar, ai, ai, ai...Pior é a roupa, estou na maior crise que roupa eu vou amanhã....



Tomara que tudo de certo, primeiro dia é tão angustiante...


Sabe uma coisa que me encasquetou: Quando a coordenadora ligou avisando que eu tinha sido aprovada, ela falou que a Diretora gostou de mim, pois sou bem "pé de boi". Hum ?????

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Tratamentos Alternativos par a SOP

Estou fazendo acupuntura...é podem rir, além da homeopatia, estou nessa também...E sabe porque estou apelando para qualquer santo?? Eu tenho Sindrome dos Ovários Polícisticos, já até fiz um post sobre isso, e não quero ficar a vida inteira dependente de homônios.


Pesquisei na internet e lá estavam esses tratamentos alternativos.


Ontem foi a segunda sessão lá na acunpuntura e cheguei atrasada, porque fui em uma entrevista de emprego. Já que o tempo da acupunturista era curto, ela fez a auricular. Mew, vou falar viu, que coisa mega estranha, já tirei uns cem, porque dá uma coceirinha, sei lá...São tipos uns adesivinhos com um negocinho preto colado, que ela coloca em pontos estratégicos na orelha.


Na primeira sessão, que foi com as benditas agulhas, a assistente da acupunturista, pediu para levantar a calça, e a tosca aqui já foi logo tirando tudo e ficando só de calcinha, kkkkk Calma eu explico o porque de tanta insanidade: eu fui com uma calça jeans skinny que não subiria nem que a vaca tossisse.


E para ajudar ontem resolvi fazer a escova inteligente no meu cabelo, que já estava em crise de abstinência. A cabeleleira arrancou mais um mil adesivinhos com a escova. Aproveitei e cortei também, tipo meio repicado, não gostei muito. Na verdade eu nunca gosto do cabelo nos primeiros dias após o corte. Estou tomando coragem para cortar na altura dos ombros.





quarta-feira, 7 de julho de 2010

Blogger Letium

Putz, não sou eu que sou louca, é o blogger que é uma merda mesmo...





Eu não apaguei os comentários, agora eles apareceram....Sinistro!!!


Blogger não me sacaneia

terça-feira, 6 de julho de 2010

A Ameba Cibernética


Meu Deus do Céu, gente!!!! Eu fiquei toda contentinha de receber vários comentários e a sem noção aqui em vez de colocar publicar, apagou...


Ahaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!


Mas eu li todos, viu.... E adorei...
Ich: Gostou do layout, não ficou muito forte as cores???
Cristal: os remédios homeopáticos ainda não deram nenhum efeito, só no bolso mesmo, hehehe. Opa meu e-mail para receitas e afins: karina.psicologa@bol.com.br - é acho que sou a única no universo que ainda tem e-mail do bol.
M: é realmente a prática leva a perfeição, e eu tenho que deixar de ser teimosa e seguir as receitas a risca.
Dani: mew, concurso é uma loteria, tenta um emprego melhor.
Se esqucei de alguém, sorry, minha memória não é tão boa assim...


Ai, ai, ai....

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Receita Atrapalhada da Inconformada

Eu cozinho até mais ou menos para uma pessoa inconformada com os afazeres domésticos (pelo menos o maridon elogia, hehehe). Faço arroz soltinho, feijão temperadinho (quantos "inhos"), carne de panela, resumindo, faço o basicão, mas faço bem, ok...
Agora bolo é sempre um desafio para mim, sigo a receita direitinho com todas as gramas, mas sempre dá uma coisa errada: o meu primeiro bolo de cenoura, até que saiu bom, mas inventei de colocar uma cobertura de chocolate diferente da original e fiz uns buraquinhos no bolo para ela infiltrar, mas se transformou em um bolo mesclado muito doce.
O segundo, fiz no sábado, estava entretida assistindo um filme, e quando deu os 40 minutos estipulados no forno, logo fui tirando. Quando o filme terminou vi que o bolo ainda estava cru, detalhe, só percebi isso depois de colocar a cobertura, , burrona...Coloquei de volta no forno com cobertura e tudo, e até que ficou comível...
Mesmo assim, vai a receita para as corajosas:
Massa:
- 3 cenouras médias descascadas e cortadas em rodelas, em quadrados, enfim, cortadas do jeito que você quiser;
- 3 ovos;
- 1/2 xícara de óleo, ou faça como eu, uso o copo de requeijão como medida;
- 2 copos de açúcar;
- 2 copos de farinha - na receita pede para colocar 2 xícaras e meia de de farinha, mas achei mais legal combinar com o açúcar e deixar só 2 hehehe;
- 1 colher de sopa de fermento.
Cobertura original, aquela que fica durinha:
- 1 colher e sopa de manteiga, se você não tiver sem sal, não faz mal, usei com sal e ficou legal (uhu rimou);
- 3 colheres de Nescau, fiz com Toddy e ficou melhor;
- 1 copo de açúcar;
- 5 colheres de sopa de leite.
Modo de preparo by Karina:
Massa:
- Coloca no liquidificador: os ovos, as cenouras e o óleo, vai apertando o botão de pulsar até você não ver mais uma cenoura aparente. Depois bata normalmente, se seu liquidificador fizer um barulho estranho ou você sentir um cheirinho de queimado, o melhor é voltar para o botão de pulsar, alguma cenoura resistente sobreviveu. Reservar.
- Em uma tigela bem grande (para evitar lambanças), coloque a farinha, o açúcar e o fermento, eu peneirei tudo no primeiro bolo que fiz e parece que ficou mais fofinho, mas também não sei se é porque eu não deixei o segundo no forno o tempo certo, sei lá. Bom, misture tudo e acrescente a maçaroca de cenoura a mistura. Eu não usei batedeira e minha mão não caiu, dá para bater sossegado;
- Unte uma forma média, daquelas retangulares, com manteiga e farinha, e coloque o bolo. Pré aqueça o forno, e deixe o bolo por 40 minutos na tempertura de 180 graus. Neste último 40 minutos não foram suficientes, portando, o melhor é fazer o teste do palito.
Cobertura:
- Pegue todos os ingredientes, coloque em uma panela, e tchanam, só jogar no bolo. Mas lembrem-se não o fure, se não dá merda.


Portanto, dicas de receitas, como tirar mancha de roupas, como deixar suas paredes limpinhas e de decoração, melhor procurar em um blog mais confiável.

sábado, 3 de julho de 2010

Mudando o Foco


O Brasil perdeu, e sabe qual o lado bom nisso (eu sempre tento ver um lado bom nas coisas), é que agora as pessoas prestarão a atenção na política, certo?!?

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Para o Outro Lado: O Lado Melhor

Ontem foi para o céu um dos tios do maridon....Não tinha muito contato com ele, mas sempre quando nos encontrávamos ele era super simpático e a esposa dele nem se fala, muito especial, energia boa em pessoa.

Quando alguém faz a passagem fico sempre chateada pelos que ficam, que são os que sofrem mais. Mas a esposa dele foi um caso a parte, estava triste com certeza, mas tentava manter o bom humor. Ela era a segunda esposa dele, então ela agradecia a todo momento pela oportunidade de ter conhecido a família, que ele estaria feliz de ver tantas pessoas queridas, agradecia por ter conhecido ele o tempo todo, foi realmente emocionante.

Incrível que até mesmo em velórios acontecem coisas surreais comigo: estava eu sentada bem pertinho do tio falecido, heis que adentra no recinto: Gustavo, sobrinho do maridon, gritando a todos os pulmões:

- Tia Karina, tia Karina!!! Você viu o morto?? Você viu. você viu?

Eu quase me escondi atrás da coroa de flores, mas logo respondi para a criança não me indagar mais sobre a situação óbvia.

Também fiquei sabendo que na hora que um dos tios do maridon estava tocando um violãozinho, Gustavo logo solta:

- Quando vamos cantar parabéns???

Vou dar um desconto nessa porque esse tio sempre toca nos aniversários e estava rolando uma velinha, ...