sexta-feira, 30 de abril de 2010

Êta Machismo!!!

Propaganda no mínimo machista, segue alterações

Homem entra no banheiro e constata:

-Querida precisa trocar a cestinha!!!

Esposa grita da sala:

- Se vira!!! Troca você!!!


domingo, 25 de abril de 2010

Inconformada Paulisssssssta no Rio!!

Mew, fui para o RJ!!! Maridon conseguiu uma nano férias de uma semana e fomos na 3ª feira e voltamos na 6ª feira. Fui meio ressabiada como boa paulista, mas estava adiando essa viagem por muito tempo, então rolou as férias e lá fomos nós de carro.
Ficamos no Hotel Atlantis que fica entre Ipanema e Copacabana, posso dizer que já fui em melhores, mas dava para o gasto, até porque ele ficava bem pertinho de duas praias maravilhosas, tinha uma piscinha microscópica na cobertura, mas com uma vista linda.

Fizemos os passeios de praxe de turistas: andamos de bondinho e fomos no Cristo, pena que ele estava em manutenção, estava todo coberto com andaimes, diz a lenda que pixaram ele alguma coisa assim...Fazer o quê, ...Dica para o bondinho: vá de táxi até lá, porque é difícilimo estacionar, compensa mais ir de táxi. Dica para o Cristo: de táxi não rola, sai uns 120 dinherinhos pro cara de lavar e ficar te esperando, se caso vc for de táxi, vá até onde estão as vans (o trenzinho estava quebrado devido as chuvas) e elas te levam até o Cristo, de carro a mesma coisa.


Jantei em alguns lugares, mas o que gostei mesmo foi o Pigalli em Copacabana, simples mas delicioso, pedi um salmão e arroz de brocólis e o maridon pediu um rodízio de petiscos e pizza, é uma ignorância, vinha tanto petisco que dava para um exército. O precinho bem camarada.


Perto do Hotel tinha um Mega Matte, que vendia um tal de Guaramorango muito bom, fiquei viciada, não sei se tem aqui em Sampa City.


Pagamos mico andando com aquela bicicleta de dois lugares, em pleno feriadão, com uma das faixas da avenida em Copacabana fechada e todos nos olhando como ETs.


As pessoas no Rio são tão diferentes, é óbvio que em uma cidade praiana as pessoas são mais saudáveis, mais desancanadas, mas sei lá, até os senhores e as senhoras cariocas parecem jovens. Não sei se é o sotaque, jeito de falar, de se vestir, não sei, mas tem algo de fresco neles (fresco no bom sentido). Não que eles se vistam como Paquitas e Surfistas da 3ª idade, é simplesmente uma coisa deles. Muito interessante.


Adorei os prédios antigos, a cidade misturada com a natureza, o clima...Mas, uma coisa não foi legal: as pessoas que prestavam algum tipo de serviço, não a maioria, eram secos quase mal educados, cumprimentar era difícil, obrigado, de nada praticamente não escutava, meio que pareciam que estavam fazendo um favor. Repetindo não estou falando de todos que nos atenderam, antes que comecem a me gongar, estou falando de alguns.


Aqui em São Paulo, também temos vendedores, atendentes, enfim pessoas que prestam serviço com cara de limão azedo, mais me parece mais difícil. E olha que fiquei menos de uma semana no RJ.


No mais amei o RJ, mudei meus conceitos. Lindo, lindo e lindo.


Brincadeirinha

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Lagartixas Invasoras

Estava achando que era piração minha, porque a série Invasores (V) que iniciou semana passada na Warner é remake de uma série que passou há um milênio atrás.
Sério, eu tenho uma super memória para filme e série, lembro dos detalhes das falas...É só um filme que eu já assisti começar, sabe aquele começinho só com o letreiro sem aparecer nenhum personagem, que eu já sei o nome e a história. Eu sou doente...

Bom estava a maior expectativa em relação a está série, e nos traillers mostravam umas imagens que os Vs eram lagartos. Hum, daí minha mémoria começou a burbulhar...Googlei e descobri que realmente era um remake.

Quando eu tinha uns 07 ou 08 anos (faz tempoooooooooo) lembro muito bem da série que tinha uns alienígenas que se disfarçavam de humanos, mas no fundo eram lagartos, eles até comiam ratos e carne crua, imagens que não sairam da minha mente. Tinha também uns humanos que se apaixonavam pelos alienígenas e vice versa, coisa que pelo jeito acontecerá na série Invasores. Se eu não viajei demais, acho que até uma humana ficou grávida do ET, e ia nascer um monte de lagartixas, mas não lembro se nasceu mesmo ou não...

Gentem, alguém lembra disso, ou eu sou velha mesmo?


Do mais, gostei mais ou menos da série Invasores, esperava mais...Tudo meio robótico, sei lá...Tem uma coisa super legal: A Anna, líder dos Vs é interpretada por uma atriz brasileira.

Antes...

Depois...Hum, bem mais ou menos

terça-feira, 13 de abril de 2010

Cortar ou Não Cortar? Heins a Questão

Emprego ainda não rolou, portanto, vou escrever sobre coisas, digamos assim, meio fúteis...

Meu cabelo está uma porcaria, já faz um tempo que quero cortá-lo chanel (ainda existe este corte?), porém, todavia, contudo e entretanto morro de medo de me arrepender. Ele esta no meio das costas, nunca esteve tão comprido. Mulher tem uma coisa com cabelo comprimido, né? Principalmente as brasileiras. Uma amiga minha que morou em Londres, disse que as européias (pelo menos as londrinas) acham super cafona cabelão, e lá foi ela cortar os cabelos loiros lindos e ondulados na altura do ombro, na época não se arrependeu, mas quando voltou para o Brasil tratou logo de deixá-los crescer, êta cultura.

Dizem que homem também gosta de mulheres de cabelão, será? Maridon diz que em mim qualquer corte e cor está ótimo, coisinha mais fofa, mais esta liberdade toda faz eu ter várias idéias hehehehe Na verdade qualquer corte não ficaria bem em mim, tenho o rosto redondo, me imagina de cabelo curto, never. Me transformaria no próprio Smile.

Faz mais ou menos um mês fiz uma escova inteligente que estava mais para burra, com uma cabeleleira na casa de uma amiga...Não deu merda e não deu em nada, para dizer a verdade ficou igualzinho e um pouquinho pior do que estava nas pontas...R$ 150,00 dinheirinhos jogados no lixo...Uma hidratação power daria mais resultado...

Apesar do meu cabelo ser levemente ondulado, fininho e ralo, só vou cortar quando fizer uma progressiva que dê jeito, se não nem pensar. Estava pensando em tingir também de castanho acobreado, será que meio fora de moda?? Sou bem branca e acho que talvez cairia legal...Vou pensar sobre...Mente vazia você sabe bem quem chefia o laboratório...


Segue alguns cortes que eu até encararia




Me diz se dá para ter esses cortes sem a juba estar bem trabalhada na progressiva? A cor do cabelos delas é meio castanho acobreado, né? E o legal é que dá para não ter franja, acessório totalmante dispensável, pois dá um trabalho do cão mantê-la.

Estou usando um o creme de tratamento - Dove Dano Acumulado Therapy, porque o que não falta é dano acumulado no meu cabelo. Meu cabelo é bem oleoso na raiz então não abuso da sorte, lavo com um shampoo que limpa bem e depois passo o creme do meio as pontas, deixo agir enquanto tomo banho. O resultado é super bom, o cabelo fica sem aqueles frizz chatinhos e as pontas ficam bem hidratadas. O cheiro é de Dove mesmo, não tem como fugir, não é ruim mais é chatinho. Estou aplicando umas 2X por semana e esta dando um ótimo resultado. Um dia desses quando estiver com saco, coloco aquele touquinha prateada, para ver se intensifica.



Olha a belezinha aí...Baratinho e eficiente...

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Ela é a Dona de Tudo...Ela é a Rainha do Lar...

Voltei a minha vida de Rainha do Lar (mienforca)... Não é ruim, mas também, não é bom...Maridon, disse que depois de fazer os cálculos nas suas super planilhas verificará se dá para pagar uma academia para mim...Esse planejamento todo é porque compramos um apê novo hehehehehehe que estará pronto só daqui 3 anos =( Ok, ok, eu aguardo afinal vale todos os meus esforços pelo nosso apezinho com uma varanda (gourmet) enormeeeeeeeeeeeee, com 2 suites, um lavabo e 3 salas (oi tô me sentindo)


Mas minha crise profissional e pessoal continua. Sou uma pessoa muito ativa, vamos dizer mais mentalmente ativa hehehe, nem tanto fisicamente, e não sei se só a academia vai me deixar satisfeita. Melhor pedir uma pós, né?? Mais aí é muito exploração com o maridon...Estou procurando emprego, mas não está rolando muita coisa. O problema é que eu nunca pedi demissão assim do nada e fica feio dizer que saí por causa da minha ex-chefe psicótica. Eu como selecionadora, sempre fiquei com um pé atrás com candidatos assim...


Outra questão, esta pessoal, engravidar ou não enquanto estou nesse tempo oscioso. O problema é que não me imagino em casa o dia inteiro olhando para o teto e para a Cindy, e só engordando cada vez mais, e até onde sei ninguém contrata uma gestante...Depois o baby nasce, não dá para voltar a trabalhar tão cedo...Ô dilema...


Eu gosto muitoooooo de trabalhar, muito mesmo, e não gostaria de ficar mais de 1 ano parada por conta da gravidez e de um filho (isso se eu engravidar de cara), vou ficar frustrada, ou não, sei lá só passando pela situação para saber...Mas não parei de tomar anticoncepcional, vou tomar mais um mês para decidir melhor minha situação.

É isso ai, vou deixar na mão de quem entende...Deus!!


Ai, como minhas panelas brilham!!! Que satisfação!!!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Conto de Fadas da Vida Real

Era uma vez em um Reino, onde as pessoas viviam em harmonia mesmo com as dificuldades, até a chegada da inescrupulosa Ivone.


"Ivone" (oi psicopata) era bem esse estilinho, quando entrou como coordenadora do Reino, prometeu mundos e fundos para todos, puxou o saco, elogiou, era um doce de ser humano, vc deve estar pensando não existe ninguém assim, é não existe mesmo, e isso foi descoberto a duras penas...




Aos poucos Ivone foi mudando o reino e a população da maneira dela, sem falar no comportamento, isso aos poucos, então as pobres cidadãs não percebiam o perigo iminente, acho que um dos motivos dessa mudança foi o fato de todas (todas porque só tinha mulheres) do reino eram muitoooo unidas quando ela entrou.

Começou com a "Valéria" (versão adulta do personagem da novelinha do Carrosel). Valéria, como alguns devem se lembrar era nervosinha, assim continuou na sua vida adulta. Era eficiente, porém, seu estresse e a falta de feedback da Ivone a deixou, digamos assim, desiquilibrada. Ela não se conformava que Ivone, como coordenadora de um Reino, não tinha a mínima noção do que Valéria fazia, e Valéria ganhava uma merreca. Resumindo, Valéria, em um momento de loucura pediu demissão e Ivone mais do que depressa aceitou. E ainda fez a coitada cumprir aviso prévio e treinar a nova cidadã. Primeira eliminada!



Logo Valéria foi substituida por Hardy, uma coyotinha que achava tudo péssimo no Reino, desde a Realeza até a faxineira. Reclamava de tudo, mas Ivone a achava o máximo, e seguia cegamente todas as suas opiniões. Por muitas vezes Hardy meio que humilhou Ivone, dizendo que ela tinha medo de falar com a realeza, enfim, meio que denegria a imagem de Ivone como coordenadora. mas nada abalava a "amizade"das duas.




"Rapunzel" (a princesa que sempre espera o príncipe encantado) dá uma desanimada, pois, trabalhava direto com a Valéria, e viu que se ela não conseguiu um reconhimento muito menos ela que trabalhava direitinho e estava com suas faculdades mentais em dia. Mas Rapunzel com sua paciência típica conseguiu fazer com que Ivone demitisse ela, tipo assim numa boa, como se fosse um acordo...Juntou a fome com a vontade de comer. Segunda eliminada!!



Rapunzel percebeu que tomou uma ótima descisão quando "Alice" (aquele que vive no País das Maravilhas) foi praticamente enxotada por Ivone do seu mundinho mágico. Alice, achava que tudo era perfeito, até Ivone com seus "defeitinhos" era para ela uma boa chefe, a elogiava, dava muitos feedbacks (êta palavrinha chata), enfim, Ivone como boa psicopata sabia manipular as pessoas. Alice era estagiária, mas fazia todo o trabalho de uma analista, mesmo assim, Ivoninha contratou uma analista para àrea da Alice. chamada "Fiona". Resumindo, Alice foi mandada embora sem nenhuma justificativa, e mesmo implorando para Ivone dizer o porque, escutou apenas que se tratava de uma estratégia e que ela mudaria a equipe inteira. Terceira Eliminada!




Bom Fiona, é um caso á parte, como boa ogra, comia o tempo todo na mesa de trabalho (de boca aberta), sem se preocupar com as migalhas caídas na mesa, jogava salgadinho na mesa suja e pegava com a mão (ergh), comia 2 pães com carne louca e uma garrafona de café com leite logo de manhã. E ela, não aguentava competição e tratou logo de queimar a Alice com a Ivone, dizendo que não precisava de ninguém para trabalhar com ela, que ela conseguia fazer o trabalho sozinha. E olha, essa aí era uma puxa saco de marca maior.


Antes disso "Funéria", estagiária do reino, foi avisada por Ivone (pelo menos foi) que seu contratado acabaria no final de abril. Funéria, achou um infortúnio, caiu na real rapinho, mas com o ocorrido da Alice, resolveu sair junto com ela, sem esperar o final de seu contrato. Quarta eliminada!


Quem sobrou, Conrada (versão feminina do caquizinho Conrado), o ser em questão depois de tantas, de já ter tentando conversar com a dissimulada em vão, resolveu ir direto para as cabeças e falar com a "Super Vicky" - A Rainha. Explicou sua insegurança, pois, todo mundo estava sendo trocado sem maiores justificativas e existia com certeza um "maternalismo" por parte da Ivone com a Fiona e a Hardy, como por exemplo: as duas podiam chegar umas 11:00 hs em dia de rodízio dos carros delas, as 3 alomoçavam juntas (almoço de 2 horas) critério estipulado pela prórpia Ivone, e outras cositas mais. Super Vichy, com sua postura neutra habitual, emonstrou compreensão, porém, disse que conversaria com a Ivone, mas que gostaria que Conrada tentasse conversar com ela também.




No mesmo dia Super Vicky falou com a Ivone, e no dia seguinte já viu, né...Ivone estava com sangue nos olhos e com vontade de matar Conrada...Quando Conrada pediu para falar com ela, Ivone mostrou sua verdadeira face e falou em alto e bom tom que não falaria de portas fechadas. Bom a partir desta postura, Conrada percebeu que não teria um entendimento e pediu demissão.


Conrada foi despedir-se da realeza, Super Vichy elogiou o trabalho de Conrada, e disse que gostaria que Conrada não tivesse pedido demissão. Conrada não aguentou e chorou. Foi elogiada também pelo Rei, que também como a Super Vicky elogiou seu trabalho. Mas já era tarde para Conrada, que mesmo feliz pelo reconhecimento da realeza não conseguiria conviver com a falta de príncipios de Ivone.



Adivinha quem sou eu neste Conto de Fadas??